Rinoplastia

Dúvidas frequentes

Existe diferença de resultado da rinoplastia em diferentes tipos de pele?

Sim. Esta é uma questão determinante tanto na recuperação quanto no resultado final da cirurgia de rinoplastia. A pele muito grossa dificulta a definição e visualização das cartilagens que dão forma ao nariz, enquanto as peles muito finas podem deixar muito visíveis estas cartilagens. Uma pele intermediária geralmente mostra melhores resultados. Os narizes étnicos (negros, asiáticos, mestiços) ou de pele muito oleosa possuem peles mais espessas, normalmente diminuindo a definição principalmente da ponta a curto prazo, o resultado final é mais demorado de 18 a 24 meses. No entanto, quando a pele é muito fina pode-se visualizar alguma imperfeição com maior facilidade, felizmente, existem estratégias cirúrgicas para minimizar estes riscos. Nestes pacientes o inchaço pós-operatório e o resultado final da cirurgia tende a ser mais precoce de 6 a 12 meses.

É comum ter que fazer algum retoque cirúrgico?

Por ser uma cirurgia muito complexa e de muitas variáveis tanto técnicas quanto pessoais do paciente (pele, estruturas, deformidades prévias, cuidados pós-operatórios, cicatrização) esta cirurgia pode levar à retoques em torno de 10 a 20% dos casos. Este retoque pode ser realizado a partir de 6 a 12 meses da cirurgia. Se houver necessidade do retoque a equipe cirúrgica opta por não cobrar seus honorários, somente os gastos hospitalares.

Utiliza tampão nasal?

Não utilizamos tampão nasal de rotina, a não ser que ocorra algum sangramento excessivo durante a cirurgia. Em alguns casos utilizamos splint nasal, pequeno molde de silicone colocado no interior do nariz e retirado na primeira revisão pós-operatória.

Posso escolher o meu novo nariz?

Na rinoplastia não é possível reproduzir um nariz de outra pessoa. O seu novo nariz será um resultado da consulta pré-operatória mostrando o que você gostaria de mudar no seu nariz associado a conceitos estéticos que harmonizam com o seu rosto e seu biotipo. As mudanças serão discutidas com seu cirurgião a fim de determinar o que é possível realizar dentro da sua anatomia nasal de acordo com seus objetivos e os parâmetros estéticos existentes. A partir desta avaliação é realizado um planejamento e uma simulação em que o paciente pode obter uma idéia de como poderá ficar o resultado.

A rinite alérgica vai curar com a cirurgia?

Não. O processo alérgico não mudará após o procedimento, somente a respiração vai melhorar. Os demais sintomas da rinite como coceira, coriza e espirros ficam inalterados. Mas sabemos que na rinite alérgica pode ocorrer obstrução nasal em decorrência do aumento dos cornetos nasais, e durante a rinoplastia podemos associar o procedimento de redução do tamanho destas estruturas, melhorando um dos sintomas da rinite alérgica, que seria a obstrução nasal.

A rinoplastia deixa cicatrizes?

Certos narizes permitem que as cicatrizes fiquem escondidas dentro da cavidade nasal. Nestes casos, não haverá cicatriz aparente. Em outros casos, entretanto, existem cicatrizes externas pouco aparentes, como conseqüência de incisões (cortes) feitas na columela ou nas asas nasais feitas para se harmonizar melhor o resultado ou mesmo a fisiologia nasal. Cada paciente comporta-se diferentemente do outro em relação à evolução das cicatrizes e no caso específico do nariz, geralmente tornam-se imperceptíveis. Certos pacientes podem, no entanto apresentar tendência à cicatrização inestética (hipertrófica ou quelóide). Este fato deverá ser discutido na consulta inicial, bem como suas características familiares. Pessoas de pele clara tendem a desenvolver menos este tipo de cicatrização.

Vários recursos clínicos e cirúrgicos nos permitem melhorar tais cicatrizes inestéticas, na época adequada. A cicatriz hipertrófica ou quelóide, não devem ser confundidas, entretanto, com a evolução cicatricial deverá ser esclarecida durante seus retornos pós-operatórios, quando pode se fazer a avaliação da fase em que se encontra.

O resultado definitivo em relação à forma e função é imediato?

Não. Várias fases são características do pós-operatório do nariz, Assim é que, numa 1º fase (logo após a retirada do curativo imobilizante, em torno do 7º dia), apesar de corrigidos vários defeitos estéticos no nariz original, notamos um edema(inchaço) que vai diminuindo com o passar dos dias e que tende a se normalizar em torno de 6 a 12 meses. Existem pacientes que atingem o resultado definitivo um pouco antes, bem como outros que ultrapassam este período. A persistência ou não do edema transitório por um período mais longo que o normal geralmente não interfere no resultado final.

Como ficará minha respiração após a cirurgia?

A rinoplastia visa melhorar as condições estéticas e, quando necessário, corrigir algumas alterações respiratórias do paciente, quando estas condições são precárias no nariz original. Poderá haver pequena dificuldade respiratória, em certos períodos do dia, no pós-operatório imediato. Com o decorrer do tempo tende a normalizar-se. Quando a correção do septo se faz necessária, a rinoplastia poderá ser feita simultaneamente.

Por quanto persiste o resultado obtido?

O resultado de uma rinoplastia persiste por longo tempo. Após alguns anos, como em qualquer parte do organismo, poderão ocorrer algumas manifestações morfológicas na região nasal, decorrente da idade do paciente.

Há risco nesta cirurgia?

Todo ato médico inclui no seu bojo, um risco variável e a Cirurgia Plástica, como parte da Medicina, não é exceção. Pode-se minimizar o risco, preparando-se convenientemente cada paciente, mas não eliminá-lo completamente.

E quanto ao uso de enxertos?

O uso de enxerto é frequente no tipo de rinoplastia estruturada que realizamos, consiste em reforçar áreas de maior fragilidade no nariz para obter resultados mais duradouros e funcionalmente mais adequados. Os enxertos são retirados preferencialmente do septo nasal, mas se você possuir pouca cartilagem no septo em razão de cirurgia prévia ou naturalmente, podemos necessitar retirar enxertos de cartilagem da concha da orelha ou cartilagem costal, tais decisões ás vezes precisam ser tomadas no decorrer da cirurgia, portanto é importante que saiba que isto pode acontecer. Além disso em alguns casos precisão do uso de fáscia temporal que se colega com incisão no couro cabeludo que posteriormente fica inaparente.

Obs: se você possuir substância inabsorviveis ou implantes artificiais no seu nariz como PMMA isto pode ocasionar futuras complicações na sua cirurgia como irregularidades e dificuldade na vascularização, aumentando o risco de necrose e alterações na pigmentações da pele.

× Como posso te ajudar?