Doenças do Ouvido

Zumbido

 

Zumbido pode ser definido como uma ilusão auditiva; é a percepção de um ruído na ausência de um estímulo acústico. Pode ser um sintoma isolado ou fazer parte da sintomatologia de várias afecções.

Quais as causas?

 

Existem muitas causas de zumbido. Muitas vezes, pequenas causas se somam e geram um zumbido que passa a incomodar o paciente.

De uma forma geral, a causa mais freqüente de zumbido é a presença de alguma alteração no ouvido, que tenha levado à redução da audição. Assim, durante a investigação diagnóstica do paciente com zumbido é importante o exame cuidadoso do ouvido na busca por cera (cerúmen), infecções da orelha externa ou orelha média, que possam ser tratados o mais rapidamente possível. Geralmente o zumbido desses pacientes surge de forma recente, e o tratamento da causa é suficiente para a melhora do mesmo. Zumbido de longa duração pode ser causado pela redução da audição no paciente, e o tratamento do mesmo é obtido com a melhora da audição.

 

Outra causa importante de zumbido é a disfunção metabólica. Pacientes que apresentam alteração do açúcar no sangue, do colesterol, triglicérides, hormônios da tireóide entre outros, podem evoluir com sensação de zumbido, que melhora com o retorno dos níveis normais no sangue. Dentre as causas metabólicas de zumbido, o abuso de cafeína também é um fator importante, e a mesma está presente no café, no chocolate, no chá preto e chá mate, no chimarrão, assim como em alguns refrigerantes. A sugestão é que seja ingerido, no máximo, 3 xícaras pequenas de café por dia; lembrando da somatória do café com os outros alimentos e bebidas citados.

 

A Disfunção da articulação têmporo-mandibular (ATM) também pode ser uma causa de zumbido, que melhora com o tratamento adequado da disfunção.

A ansiedade e o stress podem ser causadores do zumbido ou agravantes de um zumbido já existente. Dessa forma, alguns pacientes são orientados a buscar paralelamente orientação psicológica.

Dicas

 

1. Evite locais com exposição muito alta a sons
2. Evite o excesso de café e cafeinados (chá preto, chá mate, chimarrão, refrigerantes tipo “cola”). Tome no máximo um total de 3 xícaras de café por dia. Lembre-se que os cafeinados se somam!
3. Evite jejum prolongado. Coma de 3/3hs