Doenças do Ouvido

Perdas Auditivas

As perdas auditivas podem ser totais (anacusia) ou parciais. O déficit na audição pode estar presente desde o nascimento ou pode começar em qualquer outra fase da vida. Pode ocorrer de maneira súbita ou instalar-se progressivamente dependendo da causa.O processo de envelhecimento que atinge a audição não é considerado uma doença e sim uma perda natural de função por degeneração do órgão auditivo, denomina-se presbiacusia. Essa perda é resultado de fatores ambientais e genéticos. O idoso com perda auditiva pode ser considerado confuso e até portador de distúrbios de comportamento, podendo levar ao isolamento social, intelectual e até depressão. A criança pode ter dificuldades de aprendizagem e de interação com outras crianças.

Causas de perda auditiva

• Cera nos ouvidos;
• Infecções crônicas do ouvido;
• Envelhecimento (Presbiacusia);
• Doenças degenerativas;
• Otosclerose;
• Traumas;
• Rubéola;
• Meningite;
• Exposição intensa a ruídos;
• Medicamentos ototóxicos;
• Doenças Genéticas;
• Tumores.

É muito importante procurar um otorrinolaringologista para um diagnóstico correto e rápido para minimizar as conseqüências. A solução deve ser individualizada para cada paciente. Em algumas doenças existem tratamentos medicamentosos ou cirúrgicos, mas outras situações podem ser irreversíveis e o uso de aparelho auditivo pode suprir a deficiência.