Doenças do Ouvido

Cera de Ouvido

A cera de ouvido ou Cerume é produzida por glândulas presentes no terço mais externo do conduto auditivo. Ela serve como mecanismo de proteção à entrada de água e microorganismos.

O ouvido tem um mecanismo de auto-limpeza, onde a cera se desprende da pele e é trazida para a sua parte externa. A falta dessa proteção facilita a ocorrência de irritações que evoluem para inflamações, otites ou para coceiras (eczema).


Devemos limpar os ouvidos? Quando usamos cotonetes, pinças ou grampos, empurramos a cera para parte mais interna do ouvido, próxima ao tímpano, podendo causar dor, sensação de ouvido tampado e diminuição da audição.

A limpeza deve ser feita somente do lado de fora, no pavilhão auricular.

Excessos de cera devem ser removidos por um otorrinolaringologista por aspirações, lavagens ou curetas. Pode ser necessário aplicar gotas que ajudam a amolecer o cerume. Esses procedimentos nunca devem ser feitos em farmácias.